Limpo

Segunda | 20 Novembro

24C

32

21

Descubra o País < voltar

Kuvuka Café, a janela para o mar

21/10/2015 | Fonte: www.sapo.mz|Eliana Silva

Fotos

À entrada da Coffe Shop pode encontrar-se vários sinais a indicar o nome do espaço| Foto: Eliana Silva

Fotos

  • Nas paredes encontra tanto sacos de arroz como capas da revista norte-americana New Yorker.
  • Nas paredes encontra tanto sacos de arroz como capas da revista norte-americana New Yorker.
  • Nas paredes encontra tanto sacos de arroz como capas da revista norte-americana New Yorker.
  • O staff, bem-disposto e prestável, serve belos matabichos e lanches.
  • À  entrada da Coffe Shop pode encontrar-se vários sinais a indicar o nome do espaço
  • A entrada do Kuvuka Café parece um caminho para o céu.
  • A vista do jardim do Kuvuka Café
  • No centro da vila de Vilanculos pode encontrar vários espaços de lazer, o Kuvuka Café é um deles.
  • O interior é simples e bastante acolhedor
  • No exterior do espaço, há um belo jardim com sofás e mesas para tomar algo.
  • À entrada da Coffe Shop pode encontrar-se vários sinais a indicar o nome do espaço
  • A vista do jardim do Kuvuka Café
  • À entrada da Coffe Shop pode encontrar-se vários sinais a indicar o nome do espaço

Nas paredes encontra tanto sacos de arroz como capas da revista norte-americana New Yorker.1 de 13

No meio da vila de Vilanculos há várias indicações de boa comida, boa dormida, mas não há, pelo menos de forma explícita, a indicação de um sítio que tenha uma vista excepcional.


No Kuvuka Café, já perto da praia, há várias placas com o nome do espaço quase que a preparar cada pessoa que lá passe para aquilo que vai encontrar: uma vista fabulosa.

 

O Kuvuka Café é uma coffe shop aberta todos os dias das 8 às 22 horas em Vilanculos, Inhambane. A verdade é que poucos devem ser os olhos que estão preparados para ver a paisagem que o confortável café proporciona. Com um belo jardim com bancos e alguns puffs, o Kuvuka Café é óptimo para um matabicho mais demorado, um lanche reforçado ou simplesmente para um bate-papo.

 

Simples e em madeira, o interior é bastante colorido com decoração que varia entre sacos de arroz e capas da New Yorker. Além do artensanato local com os dugongos em madeira, pode encontrar também vários sabonetes, pulseiras, óleo de coco e café para moer.

 

Os amarelos, os laranjas e os azulões do interior do Kuvuka contrastam com a panóplia de azul do Canal de Bazaruto. A maré parece que enche (ou vaza) a uma rapidez incrível já que em cerca de uma hora é possivel ver os areais a desaparecer por completo, ou então, exactamente o contrário.

 

O mar tem, assim, alguma responsabilidade no nosso bem-estar quando estamos no Kuvuka Café. No jardim, e enquanto saboreamos um belo brownie de chocolate, ficamos com vontade de fotografar de cada ângulo, cada instante daquela paisagem incrível.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários