Céu limpo com poucas nuvens

Domingo | 18 Agosto

31C

33

25

Descubra o País < voltar

Visita à Reserva Especial de Maputo

27/10/2009 | Fonte: Por Teresa Cotrim

Fotos

Foto: Teresa Cotrim | Entrada da Reserva Especial de Maputo

Fotos

  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes
  • Por Boane até à Reserva de Elefantes

Por Boane até à Reserva de Elefantes1 de 44

Mais conhecida como a Reserva de Elefantes localiza-se na Província de Maputo, no Distrito de Matutuíne e é um Parque Natural.

Fica a caminho da Ponta do Ouro mas se for de carro por Boane prepare-se para uma aventura bem saltitante, pois a estrada é de terra batida. E raramente dá tréguas. Mas tem paisagens bonitas e a população é muito amável. Neste percurso da estrada vê a ponte por onde passa o combóio sob um rio com pequenas represas de água onde encontrará uma algazarra de crianças deliciadas a refrescarem-se nas suas águas, ou as mulheres a lavarem a roupa no rio e a secá-la ao Sol. Passa ainda pelo Rio Maputo, igualmente bonito. E por imenso campos cultivados.

Por companhia terá ao longo da estrada cabras, cabritos e várias manadas de vacas com os seus pastores de palmo e meio. As mulheres carregam bidons amarelos e azuis de água à cabeça, fazendo-nos pensar que nascemos com a sorte de precisarmos apenas de abrir uma torneira para ter este bem tão precioso. E, no entanto há quem necessita de andar quilómetros para encher um garrafão de cinco litros.

Ao longo do caminho verá eucaliptos que dão um cheiro agradável ao ambiente, assim como algumas árvores a anunciarem que estará perto da Reserva de Elefantes, as mais secas, aquelas que estes mamíferos adoram sucar as suas raízes.

Se for por Catembe a viagem será apenas de uma hora e meia por estrada mas terá de apanhar o ferry boat, conte com uma hora mas é menos cansativo. A Reserva Especial de Maputo ainda está a despertar. É mesmo selvagem, por isto será uma delicia para quem ama de verdade a aventura.

Ainda há muito para fazer. A estrada dentro da Reserva é de areia pelo que alguns troço são macios mas outros a estrada é mais dura. Há partes em que a vegetação é mesmo cerrada mas sempre de um verde intendo. Este Parque ainda está em desenvolvimento mas bem recuperado poderá ser um diamante em bruto para o turismo de Maputo. A geri-lo está Custódia Banze, que participou na recuperação da Gorongoza.

É interessante ver os elefantes a mergulharem na imensidão do verde. Há cerca de 500. Mas pode avistar outros animais caso de hipopotamos, crocodilos, cabrito vermelho e cinzento, várias espécies de antílopes, como o chango, cudo, piva, changane, macaco de cara preta, macaco cão, Bufálos e muitos pássaros, entre eles a famosa águia pesqueira. Atenção: se está à espera de conseguir fotos maravilhosas terá de ter muita sorte, pois os animais ainda não estão habituados aos carros e fogem entre a vegetação e como esta é cerrada deixamos de os ver.

Mas o que mais fascina neste parque de 778 Km2 são as variadas paisagens neste pedaço de terra, tais como florestas de solo arenoso, florestas de terras húmidas, florestas dos pântanos, comunidades de mangais e vegetação das dunas.

A planície de Membe é uma das maravilhas que encontrará a escassos quilómetros do Parque Principal à tarde poderá ver algumas manadas de elefantes por ali, assim como jibóias. Continuando nessa estrada passará pela lagoa Xingute. Aqui habitam vários crocodilos, que resolvem dar a cara em dias de muito calor e hipópotomos. Pelo que não se aconselha chegar perto da água. É muito bonito este troço da estrada. Pode ainda avistar várias garças, águias pesqueiras entre outros pássaros.

Seguindo esse caminho chegará a mais uma preciosa fonte de água, o lago Maunde com um azul que contrasta com a vegetação amarela, castanha dourada e verde. É muito bonito. Porém, também pode constatar as imensas áreas destruídas pelo fogo são os caçadores furtivos que vão à caça do cabrito vermelho, cudu e cabrito cinzento. Esta é uma das lutas com que o Parque se debate actualmente, pois é dificil controlar estes invasores que entram pelo Rio Maputo montam acampamento debaixo de árvores bem densas e que raramente se avistam da estrada. O seu rasto é denunciado quase sempre pelo fumo, pois para afastarem os elefantes fazem fogueiras e nem sempre conseguem controlar os incêndios.

O que também deslumbra na Reserva Natural de Maputo é a variada fauna marinha, que inclui baleias, golfinhos, tartarugas marinhas que nidificam ao longo da costa e inúmeras espécies de peixes.

Quem deseje ter um dois em um pode visitar as praias ao longo da costa (Ponta Chemucane, Ponta Benbene, Ponta Milinbagala e Ponta Dobela).

A equipa do Sapo Mz foi até Ponta Milinbagala, pois é actualmente o acampamento mais concorrido em termos de turistas, principalmente por Sul Africanos. E, de facto lá estavam várias tendas montadas no meio do nada, enquanto os seus proprietários gozam a amplitude de uma praia selvagem. Estava vento e a temperatura  não era muito convidativa a banhos mas cheirava a maresia e os nossos olhos perdiam de vista o fim do areal e do oceano. Algumas tendas exebiam camas de rede religiosamente colocadas à sua porta e óculos munidos com tubos e barbatanas para snorkelling.

Há ainda quem leve no atrelado o seu barco para ir à pesca. Os fiscais do parque dizem que há já habitués que ali ficam durante todo o mês de Dezembro, inclusive contratam empregadas da aldeia vizinha para cozinhar, lavar a roupa e arrumar  a tenda. Há dias, quando o mar aliza que se avistam baleias e famílias de golfinhos em toda esta costa.

Neste momento está em curso um projecto para erguer mais três lodges junto à praia. Uma forma de receber os turistas menos afoitos a dormir em tendas, pois nestes parques quem aceita o desafio tem de levar a casa às costas. Terá apenas o local para pernoitar, pagando 200 meticais mas a água é de um poço salubre - imprópria para beber e a casa de banho ainda é uma latrina.

©www.sapo.mz

Outras informações

A Reserva Especial de Maputo pode ser visitada durante todo o ano e todos os dias entre as 07h30 e as 16h30.

Preços:

Turistas estrangeiros pagam 200 meticais para visitar o Parque.

A taxa para a entrada do carro é de 200 meticais.

Já os locais pagam 100 meticais.

Quem desejar pernoitar pagará 200 meticais pela tenda.

Alternativa:

Área de campismo de Milibangala, Ponta Dobela (encontra-se momentaneamente fechada), P. Membene e Ponta Chemucane (ambos são comunitários mas em áreas próximas à Reserva Especial de Maputo).

 

Como ir

1. De Maputo vai até Catembe, atravessando de Ferry Boat - conte com o tempo que perde só no embarque cerca de uma hora. Depois é mais uma hora e meia de caminho, cerca de 42 Km em terra batida. Mas compensa porque a viagem em terra com solavancos é bem menor e fica com mais tempo para visitar o Parque. Lá dentro conte com várias horas. Se for apenas a Ponta Milingala são 37 Km, passando pelas duas lagoas e ficando um pouco na praia mas se quiser visitar alguns miradouro, caso do Mirador Changos conte com mais uma hora. Tem de estudar bem o mapa para não se perder, pois as visitas ainda não estão ben organizadas.

2. Se partir de Maputo em direcção a Boane a estrada é mais ou menos boa. Cerca de 25km. Depois tem de virar onde diz Salamanga e é aqui que se depara com o primeiro problema. A estrada é dura mas de terra batida. Não pode andar depressa. Prepare-se para duas horas de carro sempre a saltar. Finalmente chega a Bela Vista e tem uns quilómetros de descanso, tendo apenas de se desviar de alguns buracos mas ainda terá de enfrentar mais dez quilómetros de asfalto esburacado. O pior é quando chove porque a estrada fica aos altinhos. Também é arenosa. Tudo isto para lhe dizer que tem de levar mesmo um 4X4 e levantar-se bem cedo para conseguir desfrutar desta viagem. Ah e conte com cerca de cinco horas de viagem. E some a visita ao Parque.

3. Vai de barco até Inhaca pode pernoitar e desfrutar daquela ilha- caso não queria pode apanhar um transfer para a praia de Santa Maria e dali vai noutro barquinho até Ponte Torres. Pode dormir no Nhonguane Lodge e dali fazer um safari dentro da Reserva.

4. Se tiver o seu próprio barco eles deixam atracar no cais. Esta é uma viagem mais complicada mas menos cansativa e pode matar três coelhos de uma cajadada só: visita a Inhaca, a Ponta de Sta. Maria, a Ponte Torres e ainda a Reserva de Elefantes. Claro que para isto necessita de um fim-de-semana. Mas pode utilizar a Inhaca só como ponto de passagem. Faça as contas.

Contactos

Morada
Matutuíne - Província de Maputo

Contactos

Comentários