Céu limpo com poucas nuvens

Sexta | 20 Setembro

31C

33

25

Descubra o País < voltar

Cabo Delgado

Histórias para contar

18/03/2009 | Fonte: Por Teresa Cotrim

Fotos

Foto: Teresa Cotrim | Artesão maconde

Fotos

  • Tambor
  • Tatuagem makonde
  • Ourives do Ibo
  • Rosto pintado com mussiro
  • Matapa, prato típico de Moçambique feito à case de folhas de mandioca e camarão seco
  • Escultura makonde
  • Capulanas também servem para levar coisas
  • Dentes afiados nos Makondes
  • Mulher vestida com capulana
  • Artesão Makonde
  • Província de Cabo Delgado
  • Praia
  • Porto de Pemba
  • Gentes de Cabo Delgado

Tambor1 de 14

A costa intocada da Província de Cabo Delgado (Oceano Índico) tem um comprimento de 425 km e é composta por um arquipélago, as Quirimbas, a Norte com corais e bancos de areia alguns destes a 12 milhas da costa. Deste fazem parte 27 ilhas. A do Ibo é a que reúne atracção histórica pois foi capital de Moçambique e um importante posto comercial.

Foi dominada pelos árabes, pelos holandeses, pelos portugueses e local de prisão política. Por ali se contam muitas histórias. A memória daquele tempo está bem avivada na fala de João Baptista, de 82 anos que já passou por 42 Governadores e que chegou a estar preso no tempo da Pide. Conhece cada detalhe da ilha. Cada pedra tem uma história. Até uma palmeira avistada do cimo da Fortaleza São João Baptista tem uma lenda.

Mas as outras ilhas do arquipélago também contam histórias. Estão escritas na linguagem oral dos chefes das tribos. Contadas nos dialectos locais, é preciso estar atento a cada detalhe. É fundamental estar acompanhado de um tradutor e ter o tempo necessário para desfrutar de todo este manancial cultural.

A província de Cabo Delgado faz fronteira a Norte com a Tanzânia com o rio Rovuma a delinear a suas margens, a Sul o rio Lúrio que a separa da Província de Nampula, a Leste o Oceano Índico e a Oeste a Província do Niassa. O posto de fronteira é Quionga que fica na cidade de Palma a 480 Km de Pemba.

Os povos que habitam esta província são essencialmente os Maconde, Macua e Mwani. O centro urbano mais importante é Pemba com a sua famosa baía, a terceira maior do mundo. O clima é tropical e húmido com duas estações distintas. A época quente e chuvosa ocorre entre Dezembro e Abril com temperaturas compreendidas entre os 21,5º a 32 º.

A seca dá-se entre Maio e Novembro com temperaturas mais baixas, céu limpo e dias com alguma brisa (temperatura média 28º). A temperatura da água ronda os 25º a 28º graus.

O Oceano tem para oferecer desportos aquáticos e actividades de lazer. Outro ponto a favor é que nada foi ainda tocado. Por isso, as zonas costeiras e de mata acolhem várias espécies que podem ser vistas pelos ambientalistas, oferecendo ainda oportunidade para realizar várias aventuras e desportos.

Quanto às praias, pode deliciar-se no wimbie, Farol, Mecufi, Mocimboa e Chuíba. A ilha de Quilálea, Matemo, Medjumbe, Vamizi, entre outras que estão projectadas, caso da Quissanga.

A história, tradições e cultura do povo de Cabo Delgado foram traçados ao longo dos séculos pela navegação, comércio e povoamento de africanos, árabes, indianos e portugueses. A história da escravatura e da ilha de Ibo como um dos principais portos de comércio da costa Este africana, é um dos ícones a visitar nesta viagem, como referimos acima, apesar de retratar uma dura realidade.

Como Ir

O aeroporto recebe voos internacionais directamente de Joanesburgo, Nelsprit e Dar Es Salam com ligações a Nairobi e ao resto do Mundo.

Os europeus podem partir de Lisboa com direcção a Maputo através da TAP e depois apanhar um voo da LAM para Pemba.

Contactos

Morada
Província de Cabo Delgado

Contactos

Comentários